18 estranhezas da tentativa de golpe na Turquia

0

A versão oficial diz que o presidente Recep Tayyip Erdoğan sofreu uma tentativa de Golpe de Estado, mas alguns fatos levantam suspeitas sobre essa história.

Análise – Por Mustafa Goktepe, presidente do Centro Cultural Brasil Turquia (CCBT)

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan / Foto - Reprodução
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan / Foto – Reprodução

1- Nas declarações dadas pelo presidente da Turquia Recep Tayyip Erdoğan no aeroporto, ele afirmou que por volta das 15h do dia 15/07 havia uma agitação estranha. A MIT (Agência Nacional de Inteligência) informou Erdoğan sobre os acontecimentos às 16:30. Se neste momento, ele tivesse afirmado suas declarações na TV e tivesse convocado a população para protestar, as tropas não iriam sair dos quartéis e não morreriam centenas de pessoas. Por que o presidente se manteve calado?

2- Dá para explicar as declarações do Erdoğan logo após a tentativa de golpe, quando disse que isso foi uma benção e iria fazer uma limpeza generalizada começando no exército?

Erdoğan usando essa “benção”, começou a fazer a limpeza generalizada, que nem os golpistas poderiam fazer se fossem bem-sucedidos. O resultado em três dias após do golpe:

  • Dois dos membros do Tribunal Constitucional, 140 membros do Supremo Tribunal de Justiça, 48 membros do Tribunal Superior de Consulta foram destituídos, demitidos e alguns deles detidos. 2.745 juízes e promotores judiciais foram afastados de suas funções.
  • 8.777 policiais em todas as partes do país foram demitidos.
  • 15.200 professores da rede pública de ensino foram demitidos. 21.000 professores da rede particular tiveram suas licenças canceladas.

3- Em 3 dias, mais de 70 mil foram demitidos, afastados, detidos ou até presos. Qual foi a relação deles com a tentativa de golpe? Estas listas já estavam prontas? A Inteligência havia fichado os cidadãos, violando a constituição e as leis do direito internacional.

4- Mesmo em pequenos atentados terroristas o Twitter e Facebook e outros órgãos de mídia social, sempre foram bloqueados. Por que naquela noite não foram bloqueados?

5- Na história do mundo, em qual golpe militar, presidente, primeiro ministro ou ministros não é preso? Como isso pode ser explicado?

6- Os golpistas poderiam tomar o Turksat (satélite da Turquia) com apenas 50 soldados e suspender as transmissões das TVs. E poderiam invadir a TIB (Diretoria de Telecomunicações) e controlar facilmente o aceso à internet. Por que não o fizeram?

7- O bloqueio das pontes pelas forças militares não parece uma história convincente para fazer golpe. Em vez de fechar a ponte do bósforo, os golpistas poderiam usar a mesma força militar dividindo-as em grupos de vinte homens para ocuparem os canais de TV e impedir a transmissão das falas de Erdoğan (presidente) e Binali Yildirim (primeiro ministro). Porque não fizeram?

8- A MIT (Agência Nacional de Inteligência) informou sobre o possível golpe ao Governo às 16h. Por que TRT (o canal estatal de TV) não foi preservado e impedido de transmitir o anúncio dos golpistas?

9- Assim que declarado o anúncio dos golpistas, a TRT recebeu seus funcionários de volta e continuou a fazer suas transmissões normalmente. Isto não é muito esquisito?

10- Geralmente os golpes militares ocorrem na madrugada. Por que essa tentativa se deu justamente no horário em que todos estavam acordados?

11- Por que os golpistas bombardearam Parlamento Turco (TBMM)? O alvo deles não deveria ser Erdogan e o seu palácio? É possível que os aviões F16 errassem o seu alvo, um palácio que ocupa um terreno de 450 mil metros quadrados. Pois só conseguiram atirar uma bomba no seu jardim! Qual é a explicação disso?

12- Dentro das Forças Armadas Turcas, existem pessoas de todos os segmentos da sociedade, como alewis, nacionalistas, simpatizantes do Movimento, curdos, que se incomodam com as atuações autoritárias do Erdoğan, que polariza a sociedade e desrespeita a constituição. É muito estranho Erdoğan declarar imediatamente os simpatizantes do Movimento como golpistas.

13- Em 3 dias, 5 militares assessores do Erdoğan foram apresentados como membros da organização terrorista que fazem parte do Movimento e foram presos. Apenas um deles não poderia assassinar Erdoğan? Isso não seria muito mais fácil?

14- Por que Erdoğan não pensou em se esconder no esconderijo seguro assim que foi informado sobre o possível golpe as 16h30? Ele poderia ter feito sua declaração ao povo em um lugar mais seguro. Porém decidiu retornar para Istanbul com avião da presidência, escoltado pelos aviões caça militares?

15- A localização do avião presidencial (ATA) poderia ser vista facilmente, por qualquer um, em qualquer parte do mundo, pelo site Flightradar24.com. Por que ele voou com o seu próprio avião, quando poderia ter utilizado outra aeronave? Como ele confiou nos pilotos de 2 F16?

16- É verdade que houve uma encenação alegando que o Maior-General Mehmet Disli, irmão do vice-presidente do AKP, e que alguns outros generais haviam se pronunciado a favor do golpe, mas depois retiraram o seu apoio?

17- Durante os protestos do parque de Gezi em Istambul (2013), Erdoğan estava muito desmoralizado e parecia muito nervoso e preocupado. Mas, na noite do golpe, ele estava bem calmo e seu genro até sorria durante coletiva de imprensa. Naquele momento milhares de pessoas estavam morrendo, como eles poderiam ter uma postura dessa ao vivo?

18- Depois de serem informados sobre o golpe pela MIT (Agência Nacional de Inteligência) às 16h00, como os comandantes das forças armadas tiveram tranquilidade de participar de uma cerimônia de casamento?

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook

Comments are closed.