Doria pede a executivos que usem ‘força individual ou corporativa’ a favor da Reforma da Previdência

1

(Assista) Em discurso, o governador de SP pediu que empresários ligassem para parlamentares amigos ou próximos para pedir voto a favor da Reforma da Previdência.

Por Rafael Bruza

O governador de SP, João Doria (PSDB), pediu a cerca de 900 presidentes e diretores de companhias multinacionais que se tornem “defensores ativos” da Reforma da Previdência”, proposta pelo Governo de Jair Bolsonaro (PSL).

O pedido foi feito durante discurso do tucano na cerimônia de 100 anos da Câmara de Comércio Americano (Amcham), nesta quarta-feira (10), em São Paulo, que reuniu executivos de companhias relacionadas com os Estados Unidos, como a Ambev, Gerdau e Natura.

“Todos aqui representam empresas americanas, multinacionais, que têm investimentos consolidados aqui, e estão na espera da Reforma da Previdência para ampliar investimentos”, disse o Governador. “Vocês podem ajudar. Usem a força individual ou corporativa que vocês têm para falar com os parlamentares, que são seus amigos e estão próximos de vocês. Ou que vocês, na condição de eleitores, têm direito de cobrar e pedir que votem a favor da Reforma da Previdência”.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, era convidado da Amcham no evento. Mas desistiu de comparecer de última hora e enviou um técnico da pasta em seu lugar.

Segundo o governador, “o apoio silencioso não ajuda”.

“A melhor forma de defender os 100 anos da Amcham é que vocês todos saiam daqui e a partir de amanhã sejam defensores ativos da Reforma da Previdência. Escrevam, postem, telefonem, façam palestras, falam conferências, dialoguem com os parlamentares e multipliquem a opinião favorável em torno da Reforma da Previdência, sem silenciar”, disse o Governador.

Para Doria, a Nova Previdência fará o país retomar “o caminho do desenvolvimento”.

O Governador de São Paulo já foi chamado de “lobista”

A Amcham, que fez o evento onde Doria discursou, tem 5.000 empresas associadas que, somadas, representam um terço do PIB brasileiro, segundo a entidade.

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook

Discussion1 Comentário

  1. Pingback: Folha cortou fala de João Doria dirigida a executivos de multinacionais ligadas aos EUA - Independente

Leave A Reply