‘Ele vai precisar mudar a mentalidade’, diz Janaina Paschoal sobre Bolsonaro

0

No Twitter, a deputada estadual do PSL se posicionou contra comemorações do Golpe Militar de 64, determinadas pelo presidente, Jair Bolsonaro.

Por Rafael Bruza

A deputada estadual de SP, Janaína Paschoal (PSL), disse no Twitter nesta terça-feira (27) que “o país estará fadado ao fracasso”, caso “o Governo e seus apoiadores não saírem de 64”.

Os tuítes foram feitos depois que Jair Bolsonaro determinou a realização de comemorações dos 55 anos do Golpe Militar de 1964.

Em outro tuíte, Janaina Paschoal sugeriu que Jair Bolsonaro “mude de mentalidade” e afirmou ter “compromisso “com o Brasil”.

“Ontem, fui muito criticada, em Plenário, em razão de ter defendido a necessidade de o Brasil virar a página. Sabendo que desagrado gregos e troianos, insisto: Deixem 64 em 64! Temos 2019 e diante para cuidar!”, afirmou a deputada. “Eu só estou sendo fiel ao que disse a ele. Meu compromisso é com o Brasil. Pelo Brasil, eu quero que o Presidente seja bem sucedido. Ele vai precisar mudar a mentalidade. E, creiam, não estou falando de aceitar qualquer tipo de ilícito”.

A deputada do PSL foi a melhor votada de São Paulo, em 2018, e frequentemente usa as redes sociais.

Militares moderados também se opõem à decisão de comemorar o aniversário do Golpe Militar de 1964. Segundo o blog de Matheus Leitão, eles querem lembrar a data, mas sem tom de comemoração, por supor que isso pode ter o efeito oposto ao desejado.

Nesta terça-feira, a Defensoria da União moveu ação na Justiça pedindo proibição destas comemorações.

| O Independente precisa de você para manter e aumentar a produção de conteúdo livre: apoia.se/independentejor

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook

Leave A Reply