Estudantes do Nordeste têm melhor colocação em Olimpíada nacional de História

0

O Ceará foi o Estado mais premiado da competição na Unicamp, superando times de São Paulo, que ficaram em segundo, e Rio Grande do Norte, em terceiro.

Informação – Por Rafael Bruza * com informações do UOL

Estudantes comemoram juntos durante a 8ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) / Foto - Reprodução
Estudantes comemoram juntos durante a 8ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) / Foto – Reprodução

Este fim de semana, mais de mil alunos e professores do 8º e 9º ano de escolas públicas e particulares de todo Brasil participaram da final da 8ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na competição, os alunos da região nordeste tiveram a melhor colocação do que estudantes de outras regiões.

Juntos, estudantes da Bahia (6 medalhas no total) Ceará (19), Pernambuco (4) e Rio Grande do Norte (14) somaram 43 medalhas de ouro, prata e bronze. Havia 75 medalhas no total.

A região sudeste foi a segunda melhor colocada. Estudantes de São Paulo (15 medalhas no total), Espírito Santo (5 medalhas) Minas Gerais (5 medalhas) e Rio de Janeiro (2 medalhas) somaram 27 prêmios entre si.

Na final, 15 times receberam medalhas de ouro, 25 de prata e 25 de bronze. O quadro geral de medalhas considera o número de prêmios vencidos, não a quantidade de ouros, que é o critério usado nos jogos olímpicos, por exemplo.

O Ceará conseguiu mais medalhas que os demais Estados. Ganhou 1 de ouro, 9 de prata e 9 de bronze num total de 19 medalhas. O time “Vire à Esquerda”, do Colégio Cônego Francisco Pereira, de Fortaleza (CE), foi o maior vencedor de medalhas de ouro.

Os times de São Paulo ficaram em segundo lugar no quadro geral de medalhas. Fora quinze no total, sendo 3 de ouro, 4 de prata e 8 de bronze.

Em terceiro aparece o Rio Grande do Norte, cujos estudantes conquistaram 14 medalhas.

A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto do departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na disputa, as equipes participam de cinco fases online e uma final presencial. A cada etapa, os times vão pontuando. Vencem os que conseguirem as maiores pontuações.

Estudantes de alguns estados foram desclassificados em fases anteriores e não participaram da grade final.

A 8ª edição teve participação de mais de 40 mil participantes inscritos. O tema central da olimpíada de 2016 foi “Escola, lugar de história”.

Confira o quadro geral de medalhas:

  • Ceará – 19 medalhas (1 ouro, 9 prata, 9 bronze)
  • São Paulo – 15 medalhas (3 ouro, 4 prata, 8 bronze)
  • Rio Grande do Norte – 14 medalhas (5 ouro, 4 prata, 5 bronze)
  • Bahia – 6 medalhas (3 ouro, 1 prata, 2 bronze)
  • Espírito Santo –  5 medalhas (2 pratas e 3 bronze)
  • Minas Gerais –  5 medalhas  (1 prata e 4 bronze)
  • Pernambuco – 4 medalhas (1 ouro, 1 prata, 2 bronze)
  • Mato Grosso – 2 medalhas (1 ouro e 1 bronze)
  • Pará – 1 medalha (1 bronze)
  • Rio de Janeiro – 2 medalhas (1 ouro, 1 prata)
  • Alagoas – 1 medalha (1 prata)

Roraima – 1 medalha (1 prata)

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook

Comments are closed.