Flávio Bolsonaro passa mal durante debate eleitoral no Rio de Janeiro

0

A assessoria de imprensa do candidato falou que o principal fator que fez Flávio Bolsonaro passar mal foi uma intoxicação alimentar

Informação – Rafael Bruza

O candidato Flávio Bolsonaro passa mal durante debate eleitoral do Rio de Janeiro / Foto – Reprodução
O candidato Flávio Bolsonaro passa mal durante debate eleitoral do Rio de Janeiro / Foto – Reprodução

O candidato do Partido Social Cristão (PSC) à Prefeitura do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro, passou mal durante o debate eleitoral da Rede Bandeirantes de Televisão realizado nesta quinta-feira (25). A candidata e deputada federal Jandira Feghali (PCdoB – RJ) é médica. Na plateia, gritaram para ela socorrer o candidato. A deputada de fato foi prestar auxílio em companhia do candidato Carlos Osório (PSDB).

https://www.youtube.com/watch?v=sZz-yqgJ_Bs

Mas Jair Bolsonaro, deputado federal pelo PSC (RJ) e pai de Flávio Bolsonaro, não deixou a candidata Jandira Feghali socorrer seu filho. Isso deu início a uma confusão entre os políticos da Câmara dos Deputados que não foi registrada pelas câmeras de TV.

“Fascista, réu por estupro”, exclamou Jandira Feghali, indignada com a conduta de Jair Bolsonaro.

“Você não vai ser estuprada, não. Ela vai dar estricnina (veneno de rato) para meu filho”, rebateu Jair Bolsonaro.

Flávio Bolsonaro sentou durante uns minutos na plateia, comeu, tomou um suco e deixou o debate caminhando sozinho. Ele foi até um hospital particular para ser atendido e foi liberado logo em seguida. A assessoria de imprensa do candidato afirmou que ele passou mal por “vários fatores”.

O principal, segundo a nota, foi uma intoxicação alimentar que também afetou um dos assessores de Flávio Bolsonaro após uma refeição feita na quarta-feira (24).

O candidato pediu desculpas “a todos os cariocas e assegura que haverá novas oportunidades para mostrar à população seus projetos para fazer do Rio de Janeiro uma cidade mais segura e próspera”, segundo o comunicado da assessoria. Ele também agradeceu publicamente os candidatos Jandira Feghali e Carlos Osório pelos gestos de solidariedade ao socorrê-lo.

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook

Leave A Reply