Mano Brown ironiza plateias do RJ e Curitiba por votos a favor de Bolsonaro

0

(Assista) O rapper reagiu a cânticos da plateia ressaltando que Bolsonaro teve grande quantidade de votos no RJ e Paraná.

Por Rafael Bruza

Em turnê que comemora os 30 anos do Racionais MC’s, Mano Brown ironizou plateias do Rio de Janeiro, no sábado (24) e em Curitiba (PR), uma semana antes, após ouvir gritos de “ei Bolsonaro, vai tomar no c*”.

Em 2018, Jair Bolsonaro recebeu 67,9% no RJ e 68,4% dos votos no Paraná.

No show de Curitiba, feito no dia 17, Mano Brown questionou o público ao ouvir o cântico contra Bolsonaro.

“Ninguém aqui votou no cara? Haha! Eu sou obrigado a acreditar no Ultraman, Pato Donald, Mikey… Temos que ser transparentes, todo mundo erra, parceiro. Todo mundo é enganado”, disse Mano Brown. “Tomou o golpe? Assume e já era. Tomou o golpe da mídia? Acreditou no que não era verdade? Tomar golpe não é crime nem pecado, é só assumir. Agora vai xingar pra caraio? Ninguém votou no cara!?”.

Após ouvir gritos de “não” (‘não votou no cara’), como resposta, o rapper continuou.

“Ahh, tá bom. Que cidade nós estamos? Ninguém votou no cara, em Curitiba… O juiz é de onde mesmo?”, questionou Mano Brown em referência a Sergio Moro, antes de seguir o show.

No Rio, além da ironia, o rapper disse que não vai “fazer música de protesto para país que vota em Bolsonaro”.

Depois de ouvir o cântico “ei, Bolsonaro, vai tomar no c*”, ele deu uma espécie de bronca na plateia.

“Não aceito esse refrão porque sei que no Rio de Janeiro foi um dos lugares que ele foi mais votado. Abaixo a hipocrisia. Tomamos golpe? Tomar golpe não é pecado, não é vergonha para ninguém. Foi enganado, assume e já era”, disse Mano Brown antes de começar a cantar Vida Loka Parte II.

O rapper Mano Brown, durante show

Jornalista formado em Madri, retornou ao Brasil em 2013 para lançar um meio de comunicação próprio. Idealizou, projetou e lançou o Indepedente em fevereiro de 2016. Acredita que o futuro do mundo está dentro de cada um de nós e trabalha para que as pessoas tenham uma visão realista, objetiva e construtiva do planeta Terra.

Facebook Twitter LinkedIn 

Comente no Facebook

Comments are closed.