Repórter da CBN é atingida por spray de pimenta da PM

0

A repórter registrou a cena enquanto cobria manifestação dos estudantes contra a máfia da merenda.

anna zannettiInformação – Rafael Bruza

A repórter Annie Zanetti, da rádio CBN (Grupo Globo), foi atacada no final de abril com um jato de spray de pimenta lançado por um policial militar que dispersava a manifestação de estudantes no centro de São Paulo.

A cena foi parcialmente  registrada em vídeo pela própria repórter, que cobria o protesto contra a chamada máfia da merenda, o desvio de recursos de escolas estaduais de São Paulo, protagonizado pelo governo de  Geraldo Alckmin (PSDB).

https://youtu.be/zW-JYjYEBs8A confusão no protesto começou por volta das 14h20, quando os estudantes manifestantes invadiram o prédio da Escola Técnica Estadual Santa Ifigênia.

O policial disparou o spray de pimenta no pescoço e na orelha esquerda da repórter, depois de passar por ela (é possível escutar o som do lançamento do spray no vídeo). De qualquer forma, o efeito do gás pode ser sentido mesmo quando é disparado a distâncias maiores.

Ao sentir os efeitos do spray de pimenta, Annie Zanetti pede socorro, logo tosse e afirma que está trabalhando. A repórter teve que ir imediatamente ao hospital, mas acredita que o policial não percebeu a identificação de imprensa, pois usava apenas o crachá da empresa.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo condenou o “ataque da PM” contra a repórter da CBN e “espera que o depoimento prestado por ela na tarde desta quinta-feira (28) a corregedoria da corporação sirva para que o agressor seja responsabilizado por sua conduta abusiva”.

Comente no Facebook

Comments are closed.